Camilo cobra rigor em investigação de fuga em presídio recém-inaugurado

Abril 16, 2018 Sem comentários »

“Uma fuga de 35 presos, em um prédio novo, é algo que precisa se questionar e averiguar”, disse o governador

Fortaleza, CE, Brasil, 14-04-2018: Camilo Santana, governador do Ceará. Governo do Ceará faz a inauguração da quinta unidade integrada de segurança (UNISEG) na Messejana. (Foto: Mateus Dantas / O Povo)

O governador Camilo Santana (PT) cobrou rigor na investigação pela Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus) sobre a fuga de detentos em presídio inaugurado há cinco meses. Na madrugada de sexta-feira, 13, ao menos 35 detentos escaparam da Unidade Prisional Professor José Sobreira de Amorim, após serrarem as grades das celas.

O prédio, localizado em Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), foi inaugurado pelo próprio governador, há mesmo de cinco meses, em 16 de novembro.

“Determinei rigor para saber a justificativa dessa fuga. Uma fuga de 35 presos, em um prédio novo, é algo que precisa se questionar e averiguar. Portanto, solicitei rigor nas investigações para saber os motivos dessa fuga que aconteceu”.

Agentes penitenciários perceberam a fuga na manhã desta sexta-feira, 13. No local, foram encontradas serras usadas para destruir as grades.

 

Assunto Relacionado

Comente