Acuado pela Polícia Federal, Temer cancela viagem à Ásia

Abril 30, 2018 Sem comentários »

O presidente Michel Temer desistiu da viagem internacional que faria na próxima semana ao Sudeste Asiático. A programação inicial era que ele embarcasse no próximo dia 5 e só retornasse em 14 de maio.

A decisão de Temer coincide com o pedido da Polícia Federal, que prorrogou inquérito que investiga o presidente sobre a edição de um decreto que favoreceria empresa portuária.

Com o avanço das investigações, o presidente foi aconselhado durante a semana passada a encurtar ou cancelar a viagem internacional. No País, ele teria melhores condições de cuidar da estratégia de reação jurídica.

A principal suspeita de investigadores da Polícia Federal é de que o presidente tenha lavado dinheiro de propina no pagamento de reformas em casas de familiares e realizado transações imobiliárias em nomes de terceiros. O envolvimento de seus familiares irritou o presidente, que fez pronunciamento na última sexta-feira (27) dizendo ser vítima de perseguição criminosa disfarçada de investigação.

“É contra a minha honra e pior ainda. São mentiras que atingem minha família”, disse.

Segundo o Palácio do Planalto, o presidente também decidiu permanecer para acompanhar a votação de proposta no Congresso Nacional que inclui R$ 1,3 bilhão ao orçamento federal.

Assunto Relacionado

Comente