Quadrilhas atacam dois bancos no Interior do CE

Fevereiro 5, 2015 Sem comentários »

Dois estabelecimentos bancários situados nos municípios de Acarape e Irauçuba, distantes 54 e 150 Km de Fortaleza, respectivamente, foram alvos de bandidos, na madrugada de ontem. No primeiro caso, o posto do Banco do Brasil foi explodido por cerca de seis homens, que saíram do local sem levar nada, conforme a Polícia. No segundo, três criminosos arrombaram um caixa eletrônico do Bradesco usando um maçarico e levaram todo o dinheiro do terminal.

Em Acarape o ataque ocorreu por volta de 1h. De acordo com informações da 2ª Cia do 4º BPM (Baturité), a quadrilha estava armada com espingardas calibre 12, revólveres calibre 38 e pistolas calibre ponto 40. Mesmo tendo explodido o PA, o grupo não conseguiu levar o dinheiro e fugiu em três motocicletas, em direção à cidade de Pacajus.

Um cartucho de emulsão foi encontrado com um detonador dentro da agência. O Esquadrão Anti-bombas do Grupo de Operações Táticas Especiais (Gate) foi acionado. Os militares especializados conseguiram desconectar o artefato explosivo e transportaram as partes desmembradas para a sede do Gate, em Maracanaú. O cartucho de emulsão continha, aproximadamente, 300 gramas de explosivos.

O titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), Raphael Vilarinho, disse que as equipes da Especializada já foram deslocadas e estão fazendo buscas na região do Maciço de Baturité. O delegado afirmou que os criminosos não estão sendo bem sucedidos nas últimas ações, porque são amadores.

Amadores

“Os assaltantes de banco experientes que agiam no Ceará estão todos presos. Estas pessoas que estão usando estes explosivos não tem a menor ideia do que estão fazendo. Prova disto é que eles já destruíram três estruturas bancárias neste mês e não conseguiram levar dinheiro de nenhuma”, afirmou Vilarinho.

Além do ataque com explosivos em Acarape, no município de Irauçuba, outra ação ocorreu por volta das 4h15 de ontem. Após violar o caixa eletrônico com um maçarico, o grupo fugiu em um automóvel. Todo o dinheiro que estava no equipamento foi levado, mas a quantia não foi revelada pela Polícia.

Vilarinho afirmou que a equipe da DRF ainda está fazendo levantamentos de informações sobre o paradeiro que os criminosos tomaram, depois da ação delituosa. “Sabemos que somente este caixa foi violado. Por ser um posto de atendimento, não existia um caixa forte instalado no local. Eles atacaram o lugar onde todo o dinheiro estava”. O delegado disse que já solicitou as imagens de circuito interno de segurança dos dois pontos atacados para tentar identificar os suspeitos. “Estamos aguardando as respostas dos dois bancos. Estas imagens certamente irão ajudar muito nas investigações”.

Com esses dois casos, sobre para três o número de estabelecimentos bancários atacados somente nesta semana. Na madrugada de terça-feira, uma quadrilha explodiu uma agência bancária localizada na cidade de Ocara, a 97 km de Fortaleza, por volta de 1h30 da manhã. Nesta ocasião, segundo a Polícia, os bandidos não conseguiram acessar o cofre da agência e fugiram sem levar nada.

Quatrocentos

Conforme dados do Sindicato dos Bancários do Estado, 402 ações criminosas contra agências bancárias e correspondentes foram registradas entre os anos de 2010 e 2014. Até o ano de 2013, a quantidade de ataques aumentou quase quatro vezes. Contudo, ano passado, o número de crimes reduziu 38%.

Diário do Nordeste

Assunto Relacionado

Comente